Eduvale participa de live sobre crimes contra a liberdade de imprensa

//Eduvale participa de live sobre crimes contra a liberdade de imprensa

Eduvale participa de live sobre crimes contra a liberdade de imprensa

Dirigentes, professores e alunos da Faculdade Eduvale participaram da live da Associação Paulista de Imprensa (API) sobre os crimes contra a liberdade de imprensa e as afrontas à ética jornalística e aos ataques aos profissionais de mídia.

Transmitido na fanpage da Rádio Avaré no último dia 22, o debate foi apresentado e mediado pelo professor Dr. Jose Antonio Gomes Ignacio Junior e contou coma a participação do Dr. Claudio Mansur Salomão (presidente mantenedor da Faculdade Eduvale, presidente do Grupo JBMS de Comunicação e vice-presidente da API), do Dr. Vagner Bertoli (advogado, professor do curso de Direito da Eduvale e apresentador na rádio Jovem Pan Avaré e na Do Vale TV), de Érick Facioli que é coordenador do curso de Jornalismo da Eduvale, do egresso e repórter Caio Augusto e dos jornalistas Cida Koch do Jornal In Foco, André Guazzellido Jornal A Bigorna e Gabriel Guerra da Rádio Avaré, além do Dr. Sérgio de Alves Redó que preside a API.

Os alunos Thiago Oliveira, Lucas Augusto Filadelfo e Elaine Fernanda Stella do curso de Jornalismo da Faculdade Eduvale tiveram papel determinante na organização da live e do debate.

A imprensa como controle das atividades sociopolíticas, perseguições oficiais e não oficiais a profissionais e veículos de comunicação e a relação da imprensa regional com os poderes constituídos foram alguns dos temas em discussão.

Vagner Bertoli citou o artigo 1º da Constituição Federal de 1988 que diz em parágrafo único que “Todo poder emana do povo, que exerce por meio de representantes eleitos ou diretamente” destacando a democracia, a liberdade e a importância da imprensa que tem o papel de levar a informação à população, prover conhecimento sobre os candidatos do processo eleitoral e dar voz ao povo. 

Cida Koch ressaltou a união dos profissionais, a mulher jornalista, o combate às fake news, a credibilidade dos veículos e das informações e o fortalecimento da categoria.

Gabriel Guerra lamentou a crítica do governo de Avaré à imprensa ocorrida nos últimos dias, falou sobre a carta aberta de repúdio redigida pelos veículos locais e da falta da aproximação e de diálogo da secretaria municipal de comunicação.

Dr. Claudio Mansur Salomão ressaltou a necessidade do respeito aos órgãos de comunicação, desabafou sobre os ataques sofridos e às tentativas de neutralizar os veículos por meio de processos jurídicos e concluiu: “A imprensa tem história, tem raiz e ela permanece em quanto o poder passa com o fim do mandato”.

Érick Facioli discorreu sobre o auge da perseguição durante a ditadura e mencionou o assassinato do jornalista de Vladimir Herzog em 1.975.

Por fim, o presidente da API Dr. Sérgio Redó destacou os valores republicanos, a ética jornalística, o incorreto vínculo de alguns órgãos a partidos políticos e a necessidade de auto-regulamentação e concluiu: “Sem liberdade de expressão não existe democracia. A imprensa, no todo, são os seguimentos que correspondem às forças vivas da comunicação do país e que estão atentas com o objetivo de trazer informações, notícias, dar opiniões e fazer com que haja debates”.

2020-07-06T11:26:38+00:00 23/06/2020|0 Comentários

Deixe seu comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Do Vale TV

Canal de variedades, entretenimento e muita informação com foco no cidadão avareense.Informação é tudo! Assista no canal 10 da TV Cabo Mix.
Fique por dentro das novidades:
Facebook: /dovaletv
Instagram: @DoValeTV
Youtube: Do Vale TV
Site: www.dovaletv.com.br


X